Síndrome de Burnout

Síndrome de Burnout_SelmaAmaro

Algumas vezes confundida com depressão, a Síndrome de Burnout ou a Síndrome do Esgotamento Profissional é causada pelo esgotamento físico, mental e psíquico no trabalho. Estima-se que 70% dos brasileiros estão estressados. Crise política e econômica do país, mercado de trabalho cada vez mais competitivo e as ameaças de desemprego, têm contribuído para o aumento desta síndrome.

Essa síndrome afeta homens e mulheres que estejam passando por um ritmo intenso de trabalho causados pela sobrecarga de tarefas, aumento das responsabilidades, dupla jornada, pressão no ambiente profissional, conflitos com a equipe, etc. Ela também afeta aquelas pessoas que não sabem parar, os perfeccionistas, os competitivos, pessoas que acumulam tarefas por não saberem delegar, aquelas que têm altos níveis de exigência consigo mesmas e com os outros, entre elas estão os workaholics.

Hoje o trabalho ocupa em média de 10 a 12 horas da vida de uma pessoa, não sobrando tempo para a realização pessoal e o lazer. As tarefas tornam-se cada vez mais repetitivas e pouco gratificantes.

 Segue abaixo os sintomas da Síndrome de Burnout. Se você se encaixa em 4 ou mais desses sintomas, é provável que esteja com a Síndrome.

SINTOMAS

  • Fadiga física e mental
  • Dores musculares
  • Dor de cabeça
  • Enxaqueca
  • Irritabilidade
  • Alteração de humor
  • Distúrbio do sono
  • Pressão alta
  • Falta de concentração
  • Falta de apetite ou aumento de apetite
  • Sentimento de incapacidade
  • Baixa autoestima
  • Depressão

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Neste caso, é necessário procurar um psicólogo ou coach para fazer uma avaliação dos sintomas para identificar as possíveis causas. Existem alguns aspectos que devem ser considerados:

  1. Profissão. A pessoa está feliz e motivada com sua profissão?
  2. Que comportamentos estão reforçando os sintomas e quais comportamentos precisam ser mudados?
  3. Ambiente de trabalho. O ambiente de trabalho favorece a cooperação, a motivação e o crescimento profissional?

Dependendo do caso e o nível dos sintomas, o tratamento pode ser realizado com algumas sessões de coaching. Neste caso, o coach irá identificar as causas e desenvolver junto com a pessoa um plano de mudanças, que pode ser comportamental, emocional ou profissional.

A psicoterapia é um processo muito mais profundo do que o coaching, ela investiga onde está causa dos sintomas. Através de técnicas científicas ela vai profundamente à raiz do problema com a finalidade de ajudar a pessoa na solução de seus conflitos.

 

Selma Amaro

Psicóloga e Coach

contato@selmaamaro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *