Liderança

É muito comum as pessoas chegarem até mim com muitas queixas com relação a sua liderança e ao seu papel como empreendedor. Entre as principais queixas estão; a dificuldade em administar o tempo, falta de organização e foco, dificuldade na Gestão de pessoas, falha na Comunicação com a equipe,  dificuldade em delegar.

Dos casos que atendo,  90% desses empreendedores estão mais preocupados com a operação do que com a estratégia do negócio. Isso acontece principalmente com os pequenos empresários onde no início eles têm que desenvolver muitos papeis ao mesmo tempo, como ser o comercial, o administador, o marketing, o entregador. Mas quando esses pequenos empresários começam a alavancar nos negócios surge os primeiros problemas com relação ao seu crescimento, a falta de tempo para desenvolver novas estratégicas de crescimento. O empresário trabalha muito e acaba gerando poucos resultados.

Saber administrar o tempo é saber se dedicar a tarefas mais relevantes, sem perder o foco dos objetivos e das metas, sendo mais estratégico e menos operacional. Essa não é uma tarea fácil para quem acostumou a centralizar todas as operações em si desde o início do negócio. Tudo na vida ocupa tempo. Para uma boa organização do tempo é necessário se desapegar dos velhos hábitos do início, priorizar as atividades e delegar. Delegar significa confiar que o outro é capaz de realizar uma determinada tarefa sem a sua presença, supervisionar e cobrar soluções.  Para que isso aconteça é preciso montar uma equipe, desenvolver essa equipe, motivar e colocar a pessoa certa no lugar certo.

Outro fator importante para um empreendedor/líder é o autoconhecimento. Quando iniciamos um negócio, nem sempre possuímos todas as competências  comportamentais adequadas para fazer a Gestão do negócio. Na maioria das vezes, nem sempre os pequenos e médios empresários buscam conhecer seus talentos naturais e seus gaps comportamentais. De acordo com pesquisas, 87% das pessoas fracassam por falta de atitude. Não basta ter conhecimento do negócio, ter habilidades, se não tiver atitude empreendedora. Atitude empreendedora ou de liderança tem a ver com o autoconhecimento. No mundo dos negócios quanto mais a pessoa desenvolve o seu autoconhecimento, mais capacitada ela vai estar para colocar em prática seus talentos naturais e o seu diferencial competitivo. Identificar e eliminar seus sabotadores como a procrastinação, dificuldades para fazer mudanças, medo de arriscar, medo de perder, falta de iniciativa e acabativa, e o principal de todos eles, o medo do sucesso fazem parte do autoconhecimento.

Saber o que quer e onde quer chegar é outro fator fundamental para o desenvolvimeto de empreendedores/líderes. Um bom comunicador deixa claro qual é o seu objetivo, define metas e as ações que serão realizadas para chegarem no objetivo. A maneira como o líder se comunica com sua equipe pode inspirar e inluenciar nas decisões que são tomadas e nos resultados. Saber ouvir, dar e receber feedbacks é outro talento que todo empreendedor/líder deve desenvolver.

 

Selma Amaro

Psicóloga e Coach

contato@selmaamaro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *